If you're seeing this message, it means we're having trouble loading external resources on our website.

Se estiveres protegido por um filtro da Web, certifica-te de que os domínios *.kastatic.org e *.kasandbox.org estão desbloqueados.

Conteúdo principal

Histórias de pais que usam a KA para ensinar

Recebemos histórias de muitos pais sobre como usaram a Khan Academy para ensinar os seus filhos. Para ler mais, veja na nossa página de histórias!

Melhor que TV?

Eu implementei o uso de ferramentas online para a minha filha mais velha, que tem 7 anos de idade. Ela tem tido dificuldade com a matemática, pois acha chato ter de sentar-se e memorizar apenas (a maneira belga de ensino).
Ela está a gostar muito dos vídeos e das aulas Khan Academy. Ontem eu liguei a televisão para a irmã dela ver, perguntei se ela queria ver mas implorou-me para continuar a trabalhar. Depois me certificar que a minha filha não tinha sido trocada por alienígenas (ela adora TV) disse-lhe para continuar a praticar o quanto quisesse!
Obrigado por me ajudarem a fazê-la entender que a matemática é divertida, e não chata!

Kirstin, mãe de uma criança autista (funcional)

Sou mãe de uma criança autista funcional. Os serviços disponíveis na escola do meu filho não conseguem acompanhá-lo. Ele não pode aprender com um grupo grande, mas o pequeno grupo de aprendizagem disponível está muito abaixo do seu nível. Isso fê-lo sentir-se estúpido e desmotivado. Pergunto-me quantos filhos são como ele. Com a Khan Academy, as suas competências matemáticas estão a florescer mas, mais importante, a sua confiança nas suas competências académicas está a crescer exponencialmente.

Shane, pai de alunos do 3.º e 7.º anos de escolaridade com diferentes estilos de aprendizagem

A turma de matemática do 7.º Ano da minha filha na escola pública tem 39 crianças, todas com estilos diferentes de aprendizgem. Posso dizer que eles aprendem o suficiente para passar em provas e testes, mas não entendem realmente o raciocínio, a razão pela qual o problema funciona daquela maneira. Quando descobri este site, foi um sonho que se tornou realidade. É divertido, interativo, o progresso pode ser monitorizado, tem uma componente visual e as crianças gostam dele. O que funciona para um pode não funcionar para todos, mas é um excelente complemento para a aprendizagem.
O meu filho que está no 3.º ano, gosta da Khan Academy por causa da interatividade. Ele ganha pontos e medalhas, e mantém a sua atenção de uma forma que os livros não conseguem.

Paula, mãe de uma aluna com dificuldades em matemática (ansiedade)

Tirei a minha filha da escola quando ela tinha 8 anos porque percebi que ela não sabia somar 2 + 2, e estava a ficar cada vez mais apavorada com matemática. (nós moramos no Reino Unido). Em primeiro lugar, tentei ajudá-la, mas ela estava convencida de que não conseguiria. Tutores iam e vinham, sem sucesso; ela só chorava, silenciosamente, e as coisas ficaram ainda piores! Então, decidi deixar esta questão por uns tempos. Ela é inteligente e ótima noutras áreas, então tinha a certeza que as coisas se resolveriam um dia. Seis anos depois, há algumas semanas, eu estava a ler um artigo no jornal sobre "ansiedade com matemática", e um dos comentadores do artigo incluiu um link para a Khan Academy. Meu Deus! Desde o primeiro vídeo (tivemos que voltar ao tema básico da adição), que percebi que seria diferente! Ela adorou a forma de explicar todos os detalhes, mas não de forma paternalista. Pela primeira vez na vida, ela terminou uma sessão de matemática e disse "Gostei" - o que foi música para meus ouvidos e um grande alívio. Estamos a ADORAR o programa, e também eu estou a aprender coisas :)

Karen, mãe de um aluno atleta que sofreu contusões

O meu filho sofreu 3 contusões um ano, devido a prática desportiva, e teve de deixar o 9.º Ano do Ensino no Canadá. Ele estava tão perturbado, que provavelmente não teria aprovação naquele ano, porque teve depressão. Como mãe, foi horrível ver que meu filho, que adorava divertir-se, só conseguia ficar deitado no sofá a assistir vídeos do YouTube. Foi ele quem descobriu o TED talks que o levou a conhecer a história da Khan Academy. Ele desenvolveu uma grande afinidade por estas lições maravilhosas, e usou-as para, lentamente, recuperar o seu cérebro. Ele usou os breves vídeos intensivos da Khan Academy para passar de ano, fazendo testes online, administrados por um tutor do Conselho de Ensino que veio até nossa casa para o ver responder nos testes. A Khan Academy ajudou a reconstruir a confiança do meu filho. Agora ele está super interessado em matemática e ciências, e usa a Khan Academy para aumentar sua nota e ter um desempenho excelente. Encontrou uma nova maneira de ser autodidacta e decidiu saltar um ano na escola. Este conjunto de lições no YouTube reacendeu a vontade do meu filho de aprender - Obrigada!

Dan, pai de um aluno do 2.º ano extremamente motivado

O nosso filho, Sam está no 2.º ano. Ele tem um gosto inato por aprender. Desde o dia que entrou no jardim de infância, temos tido dificuldades de encontrar uma maneira de o manter interessado na escola, já que é muito mais avançado que os outros alunos. As escolas públicas não estão preparadas para lidar com alunos assim, e estávamos preocupados que ele ficasse aborrecido com a escola e perdesse o interesse em aprender. A escola sugeriu avançá-lo em uma série, mas quando um aluno de 2.º ano tem notas ao nível do 2.º ciclo, mudar para o 3.º ano não faz sentido.
Foi muito desanimador ouvir outros pais, professores e diretores responderem às nossas preocupações sobre o Sam com frases como “eventualmente os outros alunos vão alcançá-lo, e então ele vai fazer parte do grupo”. A sério? Não devemos preocupar-nos com o facto de o sistema acabar por desmotivá-lo? A nossa única solução foi ter a “Escola do Pai” à noite, sempre que tinha tempo e encontrava energia para criar trabalhos extracurriculares interessantes e desafiadores. Foi divertido e útil, mas não sou professor e não sabia o que fazer – tive dificuldades em lembrar-me de alguns princípios matemáticos que não já não usava há mais de uma década.
Foi então que nos indicaram a Khan Academy. O mundo de Sam iluminou-se! Ele adora matemática e trata a aprendizagem de coisas novas como se fosse um jogo de computador– fica mais orgulhoso em aprender uma nova competência do que em vencer o nível seguinte do Super Mário. Ele implora para ficar na Khan Academy, como costumava implorar por mais tempo com a Nintendo. O desafio de aprender uma nova competência, superar as suas marcas e ganhar medalhas são uma dádiva de Deus.
A Khan Academy é um caminho para o nosso aluno do 2.º ano extremamente motivado se desafiar e manter o interesse em aprender. O que vamos fazer depois de ele terminar as lições de cálculo ao fim de alguns meses eu não sei, mas pelo menos, por enquanto, ele tem uma fonte inestimável de desafios de matemática. Ainda temos a "Escola do Pai", mas agora é com orientação e aulas planeadas, e eu tenho a certeza que os princípios estão a ser ensinados corretamente.
Tem uma história semelhante para partilhar? Email implementations@khanacademy.org.